sábado, 26 de janeiro de 2013

SUCESSO E FRACASSO - por Zeca Baleiro


O sucesso tornou-se um valor em si, não a consequência de um empreendimento


Nas viradas de ano costuma-se fazer muitos votos. De felicidade, saúde, amor, harmonia e paz. Costuma-se fazer votos de sucesso também. A propósito, o sucesso nunca esteve tão na moda quanto hoje. Nossos dicionários dizem que a palavra vem do latim successus e significa “aquilo que sucede, acontecimento, fato, ocorrência; qualquer resultado de um negócio; entrada, abertura; aproximação, chegada; bom êxito, triunfo, bom resultado; pessoa ou coisa vitoriosa de grande prestígio e/ou popularidade (livro, filme, peça teatral, autor, artista, etc.)”.

Na nossa era, porém, “sucesso” tem sentido mais banal e comezinho. Ainda significa êxito e triunfo, mas nem sempre com mérito. 

O sujeito pode fazer uma música ordinária e ser um “artista de sucesso”; o anônimo pode vencer um game ridículo e patético na tevê e ser um “homem de sucesso”; a moça bonita pode ter feito uma única coisa na vida: mostrou tripas e útero na revista masculina, e isso basta para que ela seja imediatamente alçada à condição de “mulher de sucesso”; o jogador mediano, longe de ser um gênio, teve um dia inspirado (ou um empresário de gênio) e se tornou assim, em minutos, um “atleta de sucesso”...

O sucesso tornou-se um valor em si, não a consequência de um empreendimento, necessariamente, e hoje está quase que inevitavelmente associado à fama. Andam de braços dados. Se tem fama, tem sucesso. Ledo engano. Conheço famosos que vivem a pão e água – logo, sem “triunfo” –, e outros que fazem uma ginástica danada para manter o circo de aparências.

Mas o que me interessa agora é falar sobre o “fracasso”, primo-irmão do “sucesso”. Na canção “Velho Bode”, letra do genial poeta Sergio Natureza, um e outro são postos lado a lado: “Você foi um sucesso / na minha vida o meu lado do avesso... / você é um fracasso / do meu lado esquerdo do peito...” A música, parceria com o compositor Sérgio Sampaio, não foi um grande sucesso popular, mas tornou-se um hit cult, “maldito”, como quase toda a obra de Sampaio, ele próprio dono de uma biografia intrigante, uma história clássica de ascensão e declínio. Em 1973, o artista capixaba emplacou o mega-hit “Eu Quero É Botar Meu Bloco na Rua”, cujo compacto (para os com menos de 30 anos, “pequeno single de vinil”) vendeu 500 mil cópias, cifra astronômica para a época. A marcha-rancho lírica e de refrão poderoso tornou-se um hino contra a repressão política e social daqueles tempos de domínio militar.

Depois desse grande sucesso pontual, Sergio gravaria três álbuns antológicos que passaram despercebidos pelo grande público, o que o fez amargar um ostracismo cruel que o levaria à morte prematura em 1994, vitimado por uma pancreatite. Hoje, começa a ser descoberto e gravado por novos artistas e bandas e a ter o seu tamanho artístico justamente avaliado.

O baiano Tom Zé, um dos fundadores do tropicalismo e hoje uma lenda viva da música brasileira, já disse ao que veio na chegada, quando se apresentou nos anos 60 no programa de calouros “Escada para o Sucesso” cantando a sátira explícita “Rampa para o Fracasso”. Contam que, no final dos anos 80,Tom Zé estaria desiludido com a carreira por conta dos “fracassos” de seus discos e sem o espaço devido na mídia e nos palcos. Estava de malas prontas para voltar à sua natal Irará, onde iria administrar o posto de gasolina de um parente, quando recebeu o telefonema de David Byrne, bandleader da icônica banda Talking Heads e caçador de pérolas musicais. Byrne teria descoberto seu disco “Estudando o Samba” num sebo e desejava lançá-lo pelo LuakaBop, selo de sua propriedade e destinado a lançar suas descobertas mundo afora. Daí por diante a história com final feliz é conhecida de quase todos.

“Mantenha-se forte diante do fracasso e livre diante do sucesso”, diz frase atribuída ao gênio francês Jean Cocteau. Pode soar como um disparate esta outra frase do mesmo autor que transcrevo a seguir, mas a meu ver ela trata do mesmo assunto: “Deus não teria alcançado o grande público sem a ajuda do diabo.”

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

LUCIANO HUCK faz cirurgia para diminuir o nariz e fica irreconhecível

Como está na moda celebridades fazerem cirurgias plásticas, o famoso e um dos melhores apresentadores de TV, Luciano Huck, resolveu fazer uma redução de nariz. 

A cirurgia foi um sucesso, mas Luciano ficou irreconhecível. Até Angélica não o reconheceu. Na sede da Rede Globo, o apresentador teve dificuldades para passar pela portaria.

Nos estúdios de gravação, mesmo Luciano estando presente, a equipe de trabalho do Caldeirão cansou de perguntar onde estava o apresentador.

Produção de GÁS na Bacia do Parnaíba pode chegar a 0,5 trilhões de pés cúbicos, diz OGX

Cerca de 0,2 e 0,5 trilhões de pés cúbicos. Esse é o volume de gás estimado na Bacia do Parnaíba, que compreende terrenos no Maranhão e no Piauí.

A estimativa foi divulgada, nesta quarta-feira (23), pela OGX, empresa brasileira de óleo e gás natural responsável pela exploração do gás na região. A divulgação foi feita durante a apresentação à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), da Declaração de Comercialidade da acumulação de Bom Jesus, descoberta nos Blocos PN-T-67 e PN-T-68, situada na Bacia do Parnaíba.

De acordo com técnicos da OGX, a declaração é um notificação que a empresa que tem concessões faz à ANP, declarando que a acumulação descoberta tem potencial para ser comercializada e que tem intenção de desenvolver o campo para futura produção de petróleo ou gás.

Esta declaração de comercialidade é resultado de uma bem sucedida campanha exploratória na Bacia do Parnaíba e demonstra que continuamos avançando na região em busca de novas áreas e na execução de nossos projetos”, comentou Luiz Carneiro, Diretor Presidente da OGX.

Exploração de gás

A OGX possui a concessão de 8 blocos exploratórios na Bacia do Parnaíba. Desde o início da campanha exploratória em 2010 a OGX já perfurou mais de 20 poços e declarou comercialidade de três campos: Gavião Real, Gavião Azul e Gavião Branco. A produção comercial de gás da OGX iniciará em breve no campo de Gavião Real. O gás produzido será utilizado pela UTE (Usina Termelétrica) Parnaíba, da MPX, para geração de energia.

Acumulação de Bom Jesus, na Bacia do Parnaíba, tem potencial, diz OGX
Com a declaração, empresa informa à ANP que a acumulação descoberta tem potencial para ser comercializada.

Cerca de 0,2 e 0,5 trilhões de pés cúbicos. Este é o volume de gás estimado na acumulação de Bom Jesus, denominada de Campo de Gavião Branco, na Bacia do Parnaíba, área que inclui terrenos nos estados do Maranhão e do Piauí. 

A OGX Maranhão Petróleo e Gás S.A., empresa operadora dos Blocos PN-T-67 e PN-T-68, é uma sociedade formada entre OGX (66,6%) e MPX Energia S.A. (33,3%), detendo 70% de participação nos referidos blocos, enquanto a Petra Energia S.A. detém os 30% restantes.
Com informações da Ascom/OGX

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Deputado JEAN WYLLYS (EX-BBB) diz que 60% do Congresso ‘utilizam’ prostitutas

Deputado do PSOL apresentou projeto para regulamentar a profissão no Brasil e acredita que terá apoio dos parlamentares para aprovar a proposta antes da Copa e da Olimpíada

O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), que apresentou um projeto de lei na Câmara para regularizar a profissão das prostitutas no País, afirmou que a proposta deve ter mais chances de ser aprovada no Congresso do que a da criminalização da homofobia. “As prostitutas, embora estigmatizadas e marginalizadas, são uma categoria menos odiada que os homossexuais. E tem outro fator, eu diria que 60% da população masculina do Congresso Nacional faz uso dos serviços das prostitutas, então acho que esses caras vão querer fazer uso desse serviço em ambientes mais seguros”.

O deputado espera que a proposta seja aprovada antes da Copa do Mundo e da Olimpíada. “O projeto é urgente, sobretudo às vésperas dos grandes eventos (...) e não vamos ser ingênuos de achar que os turistas não vão demandar por esse serviço sexual. Então, as prostitutas têm de ter um ambiente seguro para prestar esse serviço ”, afirmou o deputado.

Essa é a segunda tentativa de regulamentar a questão. Em 2003, o então deputado Fernando Gabeira (PV-RJ) já havia protocolado uma proposta semelhante, mas o texto acabou sendo arquivado. Wyllys acredita que vai conseguir apoio suficiente no Congresso para aprovar o seu projeto, mesmo tendo de enfrentar o que ele chama de “bancada conservadora”.

Se aprovado, o projeto garante a esses profissionais o acesso à saúde, ao direito do trabalho, à segurança pública e, principalmente, à dignidade, defende Wyllys. De acordo com a proposta, considera-se profissional do sexo toda pessoa capaz e maior de 18 anos que, voluntariamente, presta serviços sexuais mediante remuneração.

Também, segundo o projeto, esses profissionais poderão atuar de forma autônoma ou em cooperativa e terão direito a aposentadoria especial após 25 anos de serviço.

Na justificativa da proposta, o deputado afirma que o objetivo não é apenas regularizar a profissão, mas também combater a exploração sexual. O texto veda a prática e prevê a fiscalização das casas de prostituição e o controle do Estado sobre o serviço.

Wyllys explica ainda que há uma diferença entre prostituição e exploração sexual, sendo esta última é tipificada como crime hediondo no Código Penal quando envolve menores de 18 anos.

“A prostituição é uma prática exercida por uma pessoa adulta e capaz. É uma escolha. Ela é estigmatizada, é marginalizada, mas não é crime. O que é crime é a casa de prostituição e meu projeto quer exatamente descriminalizar as casas de prostituição. Embora seja crime, elas operam no vácuo da legalidade e ao existirem dessa forma faz com que crianças e adolescentes sejam exploradas nessas casas”, afirmou.

O projeto de lei do deputado defende uma alteração da lei penal que equipara as duas práticas ao tratar a prostituição como forma de exploração sexual.

Wyllys quer batizar de ‘Gabriela Leite’ a nova lei, em homenagem à militante pelos direitos dos profissionais do sexo desde 1979, fundadora da grife Daspu e presidente da ONG Davida, que luta por políticas públicas para a categoria.

POÇÃO DE PEDRAS - Prefeito Junior Cascaria atende o povo em Praça Pública

"Tenho conhecimento e consciência do desafio que será administrar a cidade na situação que se encontra, mas conto com o apoio do povo e dos vereadores para que possamos realizar um grande governo." disse Junior Cascaria Prefeito de Poção de Pedras


Prefeito Junior Cascaria provou que realmente é um homem popular, na manhã do dia 22 de Janeiro resolveu despachar o povo da sua cidade em um lugar público. Enquanto muitos estão fugindo da população, ele está agindo e enfrentando os problemas de frente!

Vejas as Fotos
  
  
  

PAULO RAMOS, 43 anos de histórias...

O 43º terceiro aniversário de Paulo Ramos contou com uma equipe competente e organizada. Durante todo o dia foi uma constante, mas muito gratificante, pois todos sabiam que tinham que fazer o melhor para o povo neste dia especial.

O público compareceu em massa lotando a praça central. Várias autoridades se pronunciaram relembrando aos presentes a história do município desde sua descoberta até os dias atuais. 


Com a chegada do prefeito Dr. Tanclêdo, ele que resgatou ao longo do seu primeiro mandato a cultura, o lazer, a saúde, educação entre outros e ainda fez com que Paulo Ramos recebesse o Selo UNICEF município aprovado por seus avanços, os parabéns aconteceram e logo em seguida o corte do bolo de 43 metros. Momento tradicional da festa de paulo ramos.

O aniversário de paulo ramos todos os anos conta com a prática de várias modalidades esportivas como: corrida rustica, corrida de jegue, jogo de baralho, de sinuca, ciclismo, cavalgada pelas ruas da cidade e a final do campeonato pauloramense.

A final de campeonato aconteceu entre as equipes da serra dos montes e colombo que venceu por 2 x 0 e se consagrou campeão de 2013.

A entrega da premiação foi feita pelo secretário de educação kinkas Araújo, a Secretária Lúcia, a secretária Aurilívia Barroso, o senhor Raimundo Edilson e pelo prefeito Tanclêdo Araújo que falou deste dia tão especial de festa em sua cidade.

"Sinto-me com a certeza do dever cumprido. Mas isso não quer dizer que nós não iremos fazer muito mais. Nós temos agora uma gestão "o povo em ação", é um início de gestão onde estamos fazendo um levantamento das pessoas mais carentes. Onde estamos trazendo as políticas sociais direcionadas pra eles. Nós vamos estar mais próximos do povo, nós vamos estar trabalhando com eles, capacitando e preparando ele pro mercado de trabalho. A prefeitura está com um planejamento diferente pra esta nova gestão. Nosso município está em festa, festa que é do município que completa seus 43 anos, mas o  nosso povo é o presente da nossa cidade!!!". Concluiu o prefeito em meio ao povo.

A abertura do grande show em praça pública foi regida pelo cantor e compositor TOM CLÉBER, e logo em seguida o Forró dos Plays completou a festa dos 43 anos de Paulo Ramos.

Dona Djanira Chaves comentou em seu facebook: "Parabéns minha Paulo Ramos querida!!! Obrigada pelo show maravilhoso. Tom Kleber é tudo de bom! Pense num show pra ficar na história."
TOM CLEBER E GARRINCHA EM PAULO RAMOS-MA, DIA 20.01.2013








Maestro Murillo

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Veja quanto cada cidade MARANHENSE recebeu da União em 2012

O Estado do Maranhão recebeu R$ 4.847.533.845,73 da União e arrecadou R$ 4.336.537.126,00 com os tributos estaduais, totalizando R$ 9.184.070.971,73 (mais de nove bilhões de reais).

Os Municípios maranhenses receberam R$ 5.567.546.073,86 da União. Também receberam dinheiro do Estado, de programas específicos, além de terem arrecadado com os tributos municipais, mas não conseguimos consolidar estes valores para divulgar neste espaço.


A capital São Luís, recebeu: 513.222.316,75 

Açailândia 72.675.282,81
Afonso Cunha 9.953.978,90
Água Doce do Maranhão 13.506.151,12
Alcântara 18.442.976,77
Aldeias Altas 27.287.110,71
Altamira do Maranhão 10.913.846,46
Alto Alegre do Maranhão 22.880.655,82
Alto Alegre do Pindaré 34.378.891,73
Alto Parnaíba 11.129.494,03
Amapá do Maranhão 9.166.290,20
Amarante do Maranhão 34.623.326,03
Anajatuba 22.180.934,35
Anapurus 17.250.423,66
Apicum-Açu 16.811.634,75
Araguanã 12.642.070,04
Araioses 37.511.191,87
Arame 29.080.784,20
Arari 23.147.989,77
Axixá 12.422.113,50
Bacabal 49.287.006,82
Bacabeira 15.945.488,99
Bacuri 19.212.521,26
Bacurituba 7.647.551,80
Balsas 57.465.028,86
Barão de Grajaú 15.071.945,77
Barra do Corda 62.390.863,06
Barreirinhas 54.184.281,48
Bela Vista do Maranhão 13.525.232,11
Belágua 10.718.675,33
Benedito Leite 6.587.228,41
Bequimão 18.665.723,35
Bernardo do Mearim 7.028.013,72
Boa Vista do Gurupi 9.353.259,14
Bom Jardim 37.585.186,81
Bom Jesus das Selvas 28.477.928,56
Bom Lugar 14.420.879,13
Brejo 30.806.676,77
Brejo de Areia 13.993.128,23
Buriti 32.785.343,79
Buriti Bravo 20.436.628,55
Buriticupu 56.126.848,24
Buritirana 14.698.620,99
Cachoeira Grande 10.581.027,16
Cajapió 10.865.193,09
Cajari 21.173.869,95
Campestre do Maranhão 12.813.926,15
Cândido Mendes 19.353.425,25
Cantanhede 22.499.189,33
Capinzal do Norte 12.436.151,34
Carolina 20.195.180,08
Carutapera 22.641.984,48
Caxias 126.154.358,97
Cedral 10.379.504,10
Central do Maranhão 10.059.154,13
Centro do Guilherme 13.364.633,43
Centro Novo do Maranhão 22.546.217,83
Chapadinha 54.556.684,56
Cidelândia 14.690.503,27
Codó 81.762.936,59
Coelho Neto 42.297.261,36
Colinas 28.663.294,04
Conceição do Lago-Açu 18.826.826,70
Coroatá 50.518.226,64
Cururupu 26.973.585,49
Davinópolis 13.350.686,48
Dom Pedro 18.789.264,30
Duque Bacelar 14.072.593,74
Esperantinópolis 17.878.129,60
Estreito 28.897.866,25
Feira Nova do Maranhão 9.278.481,16
Fernando Falcão 9.834.083,92
Formosa da Serra Negra 18.563.988,53
Fortaleza dos Nogueiras 11.634.504,43
Fortuna 14.754.171,74
Godofredo Viana 9.921.194,05
Gonçalves Dias 16.998.521,21
Governador Archer 11.060.833,72
Governador Edison Lobão 15.703.951,57
Governador Eugênio Barros 16.533.725,08
Governador Luiz Rocha 9.078.541,50
Governador Newton Bello 12.466.754,86
Governador Nunes Freire 27.574.770,45
Graça Aranha 6.926.816,82
Grajaú 53.415.569,60
Guimarães 11.001.362,37
Humberto de Campos 30.956.498,71
Icatu 25.156.725,31
Igarapé do Meio 17.266.434,19
Igarapé Grande 11.612.056,63
Imperatriz 147.191.589,05
Itaipava do Grajaú 15.312.045,47
Itapecuru Mirim 52.842.352,55
Itinga do Maranhão 26.064.174,77
Jatobá 9.835.554,63
Jenipapo dos Vieiras 15.852.026,03
João Lisboa 21.277.775,59
Joselândia 14.138.775,76
Junco do Maranhão 8.328.273,57
Lago da Pedra 36.841.328,43
Lago do Junco 11.228.800,08
Lago Verde 16.764.644,64
Lagoa do Mato 12.335.344,65
Lagoa dos Rodrigues 9.581.389,82
Lagoa Grande do Maranhão 14.067.840,92
Lajeado Novo 8.316.723,30
Lima Campos 10.961.219,97
Loreto 11.171.281,27
Luís Domingues 7.608.532,00
Magalhães de Almeida 21.681.786,07
Maracaçumé 19.844.524,22
Marajá do Sena 10.697.053,71
Maranhãozinho 16.005.911,89
Mata Roma 19.862.745,94
Matinha 20.277.956,04
Matões 32.701.636,21
Matões do Norte 20.538.608,64
Milagres do Maranhão 8.435.393,88
Mirador 16.466.865,85
Miranda do Norte 24.963.480,89
Mirinzal 13.215.852,78
Monção 32.351.195,56
Montes Altos 8.392.403,87
Morros 20.204.018,32
Nina Rodrigues 12.270.414,93
Nova Colinas 7.733.820,14
Nova Iorque 6.227.896,51
Nova Olinda do Maranhão 22.500.256,97
Olho D'Água das Cunhãs 19.145.474,47
Olinda Nova do Maranhão 13.242.694,33
Paço do Lumiar 46.306.026,51
Palmeirândia 19.607.421,51
Paraibano 17.881.393,93
Parnarama 31.545.103,38
Passagem Franca 18.016.108,99
Pastos Bons 16.046.030,74
Paulino Neves 21.269.809,95
Paulo Ramos 22.205.195,84
Pedreiras 29.421.591,12
Pedro do Rosário 29.189.826,31
Penalva 31.965.243,08
Peri Mirim 12.481.759,86
Peritoró 23.655.148,77
Pindaré Mirim 42.695.536,23
Pinheiro 56.504.780,03
Pio Xii 25.847.209,25
Pirapemas 21.451.477,78
Poção de Pedras 21.525.874,71
Porto Franco 21.926.501,36
Porto Rico do Maranhão 7.953.098,56
Presidente Dutra 23.750.077,87
Presidente Juscelino 13.130.374,59
Presidente Médici 8.495.592,41
Presidente Sarney 21.412.225,97
Presidente Vargas 14.491.026,60
Primeira Cruz 17.528.090,16
Raposa 23.495.252,23
Riachão 18.323.998,77
Ribamar Fiquene 8.905.018,43
Rosário 30.155.447,41
Sambaíba 7.160.050,40
Santa Filomena do Maranhão 8.791.992,89
Santa Helena 36.991.897,61
Santa Inês 54.319.044,10
Santa Luzia 61.764.210,83
Santa Luzia do Paruá 21.987.917,24
Santa Quitéria do Maranhão 32.689.569,11
Santa Rita 29.770.247,09
Santana do Maranhão 13.610.677,08
Santo Amaro do Maranhão 15.126.885,85
Santo Antônio dos Lopes 16.111.930,69
São Benedito do Rio Preto 20.370.344,20
São Bento 34.512.238,40
São Bernardo 25.461.682,52
São Domingos do Azeitão 8.158.794,01
São Domingos do Maranhão 32.002.552,66
São Félix de Balsas 6.676.794,00
São Francisco do Brejão 10.972.354,46
São Francisco do Maranhão 11.648.708,96
São João Batista 22.099.640,85
São João do Carú 20.177.816,30
São João do Paraíso 11.246.032,77
São João do Soter 21.977.634,29
São João dos Patos 19.113.768,02
São José de Ribamar 97.366.428,93
São José dos Basílios 8.638.679,34
São Luís 513.222.316,75
São Luís Gonzaga do Maranhão 22.208.645,84
São Mateus do Maranhão 31.455.669,17
São Pedro da Água Branca 12.623.816,83
São Pedro dos Crentes 7.165.334,66
São Raimundo das Mangabeiras 13.790.084,52
São Raimundo do Doca Bezerra 8.640.428,20
São Roberto 9.403.300,70
São Vicente Ferrer 18.063.947,98
Satubinha 10.012.281,25
Senador Alexandre Costa 11.935.647,66
Senador La Rocque 20.968.402,77
Serrano do Maranhão 12.888.438,06
Sítio Novo 18.474.263,76
Sucupira do Norte 10.350.102,33
Sucupira do Riachão 7.270.402,99
Tasso Fragoso 20.815.578,11
Timbiras 24.148.165,95
Timon 128.518.802,88
Trizidela do Vale 18.912.671,88
Tufilândia 9.088.738,26
Tuntum 34.264.429,47
Turiaçu 37.213.716,36
Turilândia 22.803.386,22
Tutóia 53.831.057,57
Urbano Santos 21.469.371,63
Vargem Grande 42.168.506,80
Viana 39.407.302,97
Vila Nova dos Martírios 11.639.942,82
Vitória do Mearim 28.892.997,31
Vitorino Freire 29.696.661,85
Zé Doca 44.189.772,99

domingo, 20 de janeiro de 2013

Deputado DOMINGOS DUTRA quer criar a cadeia cinco estrelas

Projeto do deputado Domingos Dutra (PT-MA) institui o Estatuto Penitenciário Nacional e cria a cadeia cinco estrelas. Se aprovado, os presos terão direito a banho quente em locais frios, cela com calefação, academia de ginástica, material de higiene pessoal como desodorante, xampu, condicionador, hidratante de pele e até camisinha. 

O projeto do deputado também prevê médico residindo no presídio ou próximo. Entre os 119 artigos, chama a atenção o que mantém direitos políticos dos presos e acesso a jornais, rádio, e TV a cabo. O deputado também sugere a criação dia do encarcerado, 25 de junho. Se fosse aplicado hoje, nenhuma cadeia brasileira se enquadraria na lei.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...